sábado, novembro 09, 2002
Estou fora de controle! Já que não vou me formar nesse semestre mesmo, decidi ficar nos States até me expulsarem de lá, o que significa um mês após o término do Disney Program. Portanto, passo todo o meu tempo livre navegando na net, tentando decidir se vou pra Nova York, Los Angeles ou Paris, caçando passagens aéreas econômicas, pesquisando hotéis baratinhos, e atormentando o pobre do meu namorado com idéias megalomaníacas de viagem. Ele nem responde mais quando eu digo: "que tal a gente passar três dias em Las Vegas? 146 dólares, vôo e estadia!"
Festa-surpresa! Yes! Foi realmente inesperada, eu não desconfiei de nada, nem quando o Leo pediu para eu levar a máquina fotográfica... Só fiquei sabendo na chegada da casa de Fernanda, porque o Leo disse que não havia a menor possibilidade dele me levar no salão de festas com um pacote de salgados debaixo do braço sem que eu percebesse o que estava acontecendo! Nas palavras dele: "se você chegar e lá e fingir que está surpresa, seus amigos vão achar que você é retardada." Fui forçada a concordar.
A festa foi ótima e muito divertida, com muitas coisas gostosas, incluindo pasteizinhos de queijo, torta de chocolate e coquetéis de pêssego. O destaque do cardápio foram as iguarias brasileiras típicas (pão-de-queijo e guaraná diet) e pratos de influência vivamente norte-americana (fandangos e coca-cola). Meus agradecimentos às mentoras intelectuais do happening: Lili, uma das meninas superpoderosas, e Isa, minha irmã mais nova preferida. Gratidão eterna ao executores: Adriano, namorado da Lili; Felipe, amigo/futuro noivo/etc da Fernanda; Leo, meu amorzinho. Obrigado aos amigos da ATT e da Comunicação por sua presença, com um thanx especial ao JP pela ajuda na decoração com balões. E vamos parar com essa rasgação de seda que isso tá parecendo coluna social. Um beijo no coração de vocês!
sexta-feira, novembro 08, 2002
Haha! Aqui é a Isa, invadindo blogs particulares num ato de insubordinação extrema! Hj foi a festa da Lud e da Fê, de despedida, surpresa (pelo menos em teoria). Quarta a Lili me ligou pra me incumbir de chamar os amigos da Lud (tarefa que eu deixei pro Leo) e ajudar... me preparei com litros de vodka, inventei uma festa do Bob pra ir, e às 7 e meia já estava pronta esperando a Lili ligar, que nessa hora ela já devia estar na festa... claro que eu fui pra festa 8 e meia e ela tinha acabado de chegar, mas dxa... :) Fiquei enchendo balões com o João Paulo (e ameaçando grudá-los na parede com cuspe, se eles não arranjassem logo fita crepe pra nós!)... logo depois fui promovida a colocadora de leite condensado naquelas casquinhas, esqueci o nome!... Tarefa sabiamente definida pela Lili como 'entucha e roda' :) Acho que alguns ficaram com um certo gosto de balão, mas deixa pra lá. A decoração ficou linda! Fizemos uma coisa assim, moderna e clássica, minimalista e efusiva, sabe? Muitos balões verdes e amarelos simbolizando a pátria, balões vermelhos e azuis na 'porta da esperança'... hmmm, deixa pra lá :) Os contratempos foram vários: o gás acabou, a fita crepe ficou perdida no elevador (e antes disso tinha sido mastigada pelo cachorro, mas eu sou uma menina corajosa), utensílios de metal eram luxo absoluto (aliás td q eu tinha eram colheres de plástico e olhe lá!) O melhor era a Lili toda estressada e o Felipe na paz... 'não acredito que acabou o gás! Felipe, VIRA gás!' (acho que não preciso dizer a resposta do Felipe :) E o Adriano querendo encher os balões com fumaça de cigarro, pra ficar assim mais cult... O pior: o tempo passando e nada do povo chegar!... tive que ligar pra Lud pra tentar atrasá-la (na verdade a idéia era pedir pra mãe ligar pra ela e pedir pra falar com o Leo :) mas dei sorte e ela estava ainda no meio do banho... e só foi chegar 9 e meia... (ah, a partir de agora ela pode contar :)
Aparentemente, meu comentário otimista sobre o fato do consulado americano já ter me concedido o visto não teve o menor fundamento. A notícia que eu recebi do STB é que passaporte, visto e passagens só vão ser entregues na QUINTA-FEIRA que vem porque "os vistos ainda não saíram do consulado, portanto existem a possibilidade, somente no caso de vocês serem chamados para uma entrevista no consulado, que o processo atrase um pouco. Essa possibilidade é mínima, mas existe." A parte boa é que o STB está em cima do lance. A parte ruim é que pode acontecer deu ter que baixar no Rio de Janeiro pra ser entrevistada, e isso vai definitivamente vai atrasar a viagem. Blé.
quinta-feira, novembro 07, 2002
O povo do STB (organizador da viagem) prometeu fazer uma última reunião em BH para esclarecer dúvidas e entregar passaportes e vistos, que estão com eles. Vou viajar no dia 17 e até agora, nem sinal da tal reunião. E-mails enraivecidos não estão produzindo o menor efeito -- acho que eles nem lêem. Eu poderia ligar pra lá, é claro, mas estou cansada de gastar interurbanos pra São Paulo e as últimas vezes que liguei foram inúteis. Imagino que eles saibam perfeitamente bem que, sem documentos, ninguém viaja, e que a semana antes do vôo seja a mais atarefada e difícil para todos. O problema é que eles não estão parecendo saber.
On the bright side, finalmente o valor da passagem caiu no cartão de crédito, o que significa que está tudo certo e a embaixada não denegou meu visto num acesso de loucura injustificada.
Outra notícia boa é que descobri que os três vôos da United Airlines que partem de BH para Orlando no dia 17 de novembro saem às 7, 7 e 8 da noite, respectivamente. O que significa que terei o domingo todo para dar os últimos retoques na bagagem, despedir-me da galera, e lançar olhares de saudade antecipada para o meu quartinho querido.
quarta-feira, novembro 06, 2002
Evento de hoje: semi-pré-arrumação de mala=separar roupas e ver se está tudo limpinho, passadinho, e com todos os botões e zíperes em estado funcional.
Vou tentar levar bem pouca coisa, para carregar pouco peso e conseguir enfiar tudo lá dentro na volta. Mas sempre surgem os dilemas: levar tênis ou comprar lá? Viajar vestindo casaco comprido ou blazer(já que o que for na mala vira paçoca)? Vale a pena levar um vestido mais arrumadinho para alguma ocasião especial?
Na verdade, não estou me preocupando muito, porque a)a Disney fornece o uniforme de trabalho, b)tem lavadoras e secadoras em todos os prédios do condomínio e c)me garantiram que as roupas em outlets são baratíssimas. Quer dizer, suja e esfarrapada eu não vou ficar, mesmo com o dólar a 17,42 reais.
terça-feira, novembro 05, 2002
Hoje comprei mil remédios para minha farmacinha particular de viagem. Espero não ter que usar nenhum deles, nem ser parada na alfândega como contrabandista de psicotrópicos.
A mais valiosa aquisição foi uma cartela inteira de Dramin, meu comprimido mais querido de todos. Ele evita enjôo em viagens aéreas, marítmas e terrestres. Perfeito pra mim, que sou tão enjoadinha... Sem falar que dá mó soninho, o que encurta bastante a viagem.
Vi no site da United Airlines os filmes que vão passar nos vôo de novembro. Tem coisas boas (Sinais) e coisas bem idiotas (Scooby-Doo). Tem também uns que eu nem ouvi falar: A roupa nova do Imperador, Um jogo de cavalheiro, O triunfo do amor... Ah, esse último tem que ser bom. Chick flick!
Espero dar sorte e pegar um vôo com filmes legais. Se bem que, com um Dramin inteiro no papo, não vou dar notícia de nada, nem mesmo do Tom Cruise num filme pornô.