sexta-feira, dezembro 06, 2002
Tive que sair correndo pra pegar o onibus das 5 e meia pro WalMart, mas o schedule estava errado e o onibus soh vai sair as 6, entao voltei pra contar mais novidades. Hoje acordei sob ameaca de gripe, mas tomei Benegripe e vitamina C e enchi a cara de chocolate Alpino que eu trouxe do Brasil e fiquei otima em 2 tempos. Aproveitei pra descansar bastante e ler o livro que peguei em meu breakroom: Acts of Love. Eh aquele tipo de livro que nao chegar a ser excelente, mas a gente continua lendo pra ver o que acontece no final.
Andreia, Alexandre e Isa: hoje comprei o presente de boas-vindas de voces! Iguais, pra nao dar briga: um album para 100 fotos com personagens Disney na frente. Eh pra vcs colocarem as fotos que vao tirar no ano que vem quando vierem me visitar!
Long time, no see! Estou ocupadissima, por isso nao dou noticias ha um tempinho... Mas hoje eh day off, e o comp tah ateh razoavelmente rapido, entao vamos aproveitar!
Ontem cheguei a um novo fundo do poco em minha radiante carreira na Disney. Fui obrigada a fazer o papel de greeter na Mouse Gear, minha querida lojinha. Greeter eh a pessoa que fica na porta da loja saudando as pessoas quando elas entram e dizendo adeus quando elas saem, sorrindo o tempo todo, usando um chapeu na cabeca e com um bichinho debaixo do braco. Vcs podem imaginar a mim, uma pessoa sombria e misteriosa, nessa posicao? Pois eh, nem eu. Ainda estou tentando descobrir como sobrevivi. Pra comecar, foi um pesadelo fashion (Lili ha de entender a minha dor): alem da roupa medonha que jah uso normalmente, tive que colocar um arquinho com orelhas natalinas da Minnie e segurar um ursinho Puff vestido de anjo. Pra completar, um radio no bolso da calca, mapas e panfletos no outro, e um lanyard (eh uma tira comprida que a gente poe em torno do pescoco) cheio de pins. Visualizaram? Visualizaram? E tudo isso antes de esfriar e eu botar o casaco prateado do Epcot por cima de tudo.
As duas primeiras horas de sorrisos foram razoavelmente suportaveis, mas a partir do meio da tarde eu jah queria mandar os guests pra aquele lugar. O pior foi quando choveu e a galera entrou em hordas na loja, sem nenhum objetivo alem de se manter seco, e eu lah tentando sauda-los da maneira apropriada e sendo clamorosamente ignorada. Nessa hora eu jah estava usando um chapeu de arvore de natal e carregando um Bisonho vestido de Papai Noel, o que havia melhorado um pouco o meu humor, porque o arquinho da Minnie insistia em ignorar o fato de que eu tinha ossos no cranio, mas comecei a me sentindo ridicula dizendo "Good bye! Have a nice evening!" para pessoas que estavam prestes a sair num toroh daqueles. Sei que eu reclamei por estar ficando atras da registradora o tempo todo, mas ontem a tarde eu estava dando um braco pra voltar pra lah.
Mas como hoje estou de folga, fiquei muito feliz assim que as oito horas e meia do demo passaram e eu pude voltar pra casa. Uma das roomates fez supercompras no mercado (ficou em 10 dolares pra cada um!), entao a geladeira estah recheada e eu nao estou passando fome. Mas quero voltar no WallMart pra comprar leite com chocolate Hershey, pao de forma para os sanduiches que eu levo pro trabalho e batata Pringles, porque eu fica atacando as que pertencem a outra roomate e isso nao eh justo.
Falando em roomate, o ultimo quarto do apartamento foi finalmente ocupado por duas brasileiras com malas imensas. Nao foi amor a primeira vista, mas jah estamos achando que elas sao boazinhas. Afinal, elas comecaram limpando a casa, o que eh bem legal, alem de higienico!
Hoje fui tirar o salario da semana e fiquei desapontadissima. Descontaram o aluguel de 2 semanas, isto eh, 140 dolares, mais um imposto federal de 20 DOLARES que ninguem tinha sequer mencionado! Desse jeito eu vou ter que pagar pra trabalhar, po! Perguntei no banco que taxa era aquela e se a gente ia ser restituida e ela respondeu que nao entedia nada de imposto.
quarta-feira, dezembro 04, 2002
Ontem fui ao MGM! Eh o que hah! O parque eh todo inspirado nos anos cinquenta. Finalmente fui a Torre do Terror, aquela que o elevador despenca muitos, muitos metros. Os livros de fisica estavam certos: em um elevador em queda livre, vc realmente flutua! O que nao deixa que a gente saia do assento eh uma barra de seguranca. Pena que eh tudo muito rapido.
Na montanha-russa do Aerosmith eu me recusei a ir. Ela tem loopings! Ve lah se eu vou num troco que me vira de cabeca pra baixo! Credo!
Hoje eu e 3 amigos aproveitamos nosso desconto de 50% para qualquer refeicao nos parques e almocamos no Magic Kingdom. Pedimos um hamburguer e batatas fritas, mas tanto o hamburguer quanto as batatas fritas eram metidos a besta. A brincadeira custou 53 dolares! Quando apresentamos nosso desconto, baixou para 38, mas mesmo assim o almocinho nao valeu tanto. A carne tem gosto de fumaca! Eh o segundo hamburguer de carne de boi que eu como por aqui e nenhum deles foi bom. A carne nao tem tempero, e acho que eles fazem churrasco com ela, porque as beiradinhas realmente ficam carbonizadas! Eh povo que nao sabe cozinhar!
Falando em comida, eh impressionante como ela eh ruim por aqui. Industrializados por todo lado, corantes, espessantes e acidulantes a rodo, saladas soh de alface. Em compensacao, biscoitos, chips, cookies e sorvetes estao em todo lugar. Nao eh a toa que os americanos sao todos gordos! Tudo eh gorduroso, imenso -- e muito barato (pelo menos no supermercado)!
Enquanto isso, vou atualizando minha leitura com livros emprestados dos vizinhos. Jah li "Diva", de uma tal de Martha Medeiros, e um livro da Fernada Young (chamado "Os personagens das historias" ou coisa parecida). Os dois foram impressionantemente parecidos: relatos pessoais de mulheres artisticas que terminam casamentos por causa de casos paralelos. Nos dois tem um personagem chamado Gustavo! E os dois foram impressionantemente chatos. Agora estou lendo Thunderhead, emprestado do namorado americano da roomate Andrezza. Eh sobre a descoberta de um Eldorado americano e estah sendo muito mais divertido. Estou eh precisando voltar na Barnes&Nobles pra comprar uns livrinhos, mas e o pao-durismo?
Hj vou trabalhar as 6 da tarde. Saio meia-noite e meia. Quando chegar em casa, todo mundo jah vai ter saido pra farra (se eh que eh possivel colocar "farra" e "Estados Unidos" numa mesma frase)! Minha vida social esta indo ralo abaixo! Se fosse no Brasil, uma da manha era a hora boa de sair de casa, mas por aqui tudo 2 da manha, porque uma lei local proibe a venda de bebidas depois desse horario. E como americano eh um povo besta, voltam todos pra casa e fica tudo por isso mesmo!
Amanha vou acordar cedo pra ir no Property Control, o lugar da Disney para onde eles mandam todos os produtos lascados, quebrados e estragados em geral. Ai eles abaixam o preco em 80% e vendem pros idiotas que trabalham no parque. Estou indo meio forcada, pq tenho certeza que soh vai ter porcaria, mas a Fe quer ir e eu vou acompanha-la em solidariedade. Pelo menos meu treinamento militar de feira hippie vai ser util pra alguma coisa. Americanas, preparem-se!
No trabalho, as coisas estao indo muito melhor. Jah sei fazer quase tudo e estou me acostumando a ficar horas interminaveis em peh. Descobri que a gente pode usar qualquer acessorio da loja durante o horario de trabalho e coloquei um chapeu pontudo de feiticeiro do Mickey. Fiquei mais alta, mas a minha testa ficou cocando... ando achando que tudo que eh vendido na Disney eh de pessima qualidade, comprado por centavos na China e em Taiwan e negociado a peso de ouro por sul-americanas deslumbradas!
Um dos brasileiros que trabalha com pins (aqueles brochinhos) me disse que eles custam 20 centavos de dolar. E sao vendidos por 6, 8, 10 dolares! Nao eh a toa que o Mickey eh o simbolo da Disney! Eh povo rato!
(Deixa eu ir tomar um pouco de sorvete pra contrabalancar minha amargura.)


domingo, dezembro 01, 2002
Hj eh domingo para os simples mortais, mas pra mim eh quarta-feira. Por aqui os dias da semana sao contados em relacao aos days off, e os meus foram dois dias atras. O problema eh que essa semana vai ter 6 dias de servico, porque day off de novo soh na quinta-feira. Eh vida... Nao se preocupem, estou pensando no dinheiro.
Esta esfriando cada vez mais na Florida. Estou danada da vida porque esqueci meu casaco preto e meus cachecois em casa. O casaco preto foi a primeira coisa que eu tirei do armario pra levar na viagem. Experimentei com outras roupas, arrumei um botao que estava meio solto mas, na hora de colocar na mala, ele ficou esquecido no armario. Quanto aos cachecois, havia tantas opcoes (azul, vermelho, xadrez de marrom ou de cinza?) que eu acabei deixando todos pra tras. Diabo.
Ontem fui ao Animal Kingdom! Comecei a trabalhar as 3 e meia da tarde, entao deu tempo de passear de manha. Fiquei um caco, eh claro, mas valeu a pena. O Animal Kingdom tem brinquedos muito legais! Fui em uma exibicao 3D de "Vida de Inseto" que eh um barato e numa "viagem no tempo" sacolejante tao divertida que decidi entrar na fila de novo e repetir. Me falaram que os shows tambem sao otimos, mas eu nao tive tempo pra eles. Pretendo voltar lah assim que der.
Meu conhecimento dos parques continua diminuto. Trabalhando 8 horas e meia por dia, e gastando mais um hora no transporte, fica dificil passear muito. Sem falar que os horarios de todo mundo variam, entao arranjar companhia eh uma dificuldade. Ainda nao fui no MGM! que deve ser o mais interessante! Jah fui 2 vezes no Magic Kingdom, uma no Animal Kingdom e uma misera vez no proprio Epcot, numa excursao guiada por um training manager. Mal sei o que acontece lah! Eu chego por tras do parque, entro no backstage (parte subterranea onde ficam as coisas pouco glamourosas, como estoques, cozinhas, banheiros para empregados e os proprios empregados), chego na Mouse Gear e trabalho como uma condenada o dia todo. Nem vejo o que estah acontecendo lah fora! Pode chover, nevar, cair um meteoro e eu soh vou saber porque os clientes vao entrar correndo na loja querendo comprar capas de chuvas, moletons e trajes anti-radiacao.
Como se ve, estou um pouco revoltada. Mas todo mundo por aqui estah reclamando da qualidade de seus respectivos trampos. Tem uma brasileira que estah na Mouse Gear junto comigo que jah trabalhou em loja no Brasil e ela diz que o esquema lah (ai) era bem diferente. 7 horas e meia em peh nao eh bolinho nao! Tem 2 meias horas de intervalo, mas sao as meias horas mais curtas da minha vida. Mal dah tempo de sair da loja, pegar um lanchinho no locker e ir para o break room. Eu trabalho horas loucas (ateh meia-noite e nos finais de semana) e nao ganho nenhum adicional por isso. O Direito do Trabalho nos Estados Unidos nao eh grande coisa... fosse no Brasil e eu estaria recebendo altas porcentagens de horario noturno. A unica coisa que me consola eh que os americanos que fazem o College Program (mesma coisa que eu, soh que recrutados nos Estados Unidos mesmo) trabalham o mesmo tanto e ganham a mesma coisa. Se eles ganhassem mais eu ia ficar uma fera... principalmente considerando que eles nao tiveram que pagar passagem e visto pra vir parar nessa porcaria de lugar.
Mas, pulando a parte do trabalho escravo, as coisas vao bem por aqui. As pessoas sao legais, as minhas roomates sao otimas e uma delas vai ganhar uma televisao. Vou ver Friends, eeeeh! Tambem gosto de passear nas lojas de maquiagem (soh olhando -- depois do gloss de 16 dolares eu mesma me reprimi), tomar leite com chocolate Hershey's e passear no outlet da Nike. O que me deixa triste eh que vou gastar a maior parte do dinheiro que eu ganhar vou deixar por aqui mesmo. Tenho que pagar aluguel, comprar comida... e comprar umas lembrancinhas para os amigos (suspiro).
Recado pro Leo: meu amor, nao consegui entrar em nenhum site de e-mails. O comp estah rebelde hoje. Mas meus pais devem ter te dado noticias... eles me ligaram hoje 10 da manha pra ver se tudo estava bem.